9 de set de 2012

5

Infância

Posted in


Sinto falta de quando eu era criança
Quando tudo era tão límpido quanto o céu mais azul
Quando não existiam preocupações
Quando todos eram amigos
E não meras ilusões...

Sinto falta de quando eu era uma criança

Quando o medo e a timidez
Eram os maiores desafios a superar
Quando o ódio não existia
Quando era tão mais fácil amar...

Sinto falta de quando eu era criança

De quando o céu era sempre estrelado
De quando não havia tempestades
De quando meu sorriso
Resistia até ao dia mais nublado

Sinto falta de quando eu era criança

Falta do cheiro das flores
Que estavam sempre a me inebriar
De quando as amizades eram puras
De quando era fácil se apaixonar

Sinto falta da minha infância

Falta dos amigos que estavam sempre a me acompanhar
Falta das risadas gostosas que só um animal querido pode te proporcionar
Sinto falta de quando o tempo não existia
E de quando eu ainda podia sonhar...

Daiane Duarte

5 comentários:

  1. Linda poesia amiga. Na verdade, falar das coisas de que temos saudades, indica que ainda as temos dentro de nós. Então, seja a criança de que tem saudade e seja mais feliz...
    Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Su! E obrigada por nos alegrar com sua presença! Beijos ♥

      Excluir
  2. A infância vai, as lembranças ficam e a saudade preenche. Muito belo!

    ResponderExcluir
  3. Obriagada gente!! Fico muito feliz em saber que podemos compartilhar nossas lembranças...
    Beijo a todos..♥

    ResponderExcluir