18 de mar de 2013

5

Telescópio

Posted in












Vivo num mundo pequeno
Onde só te vejo por uma janela
Admiro a noite e o sereno
Vigio tudo através dela

Sei que as estrelas são carentes
Vivem em grupos e em porção
As mais exibidas são as cadentes
E por isso vivem em solidão

A lua tem brilho, tem vigor
Sua pose é forte e imponente
Seus formatos podem compor
Traços lindos diferentes

A nuvem é um doce disfarçada
Não combina com a noite inteira
Seria de açúcar ou noz moscada
A comeria de qualquer maneira

O sol é feliz mesmo sozinho
Sabe viver em condenação
Nunca recebeu nenhum carinho
Por isso nem tem opção.






5 comentários: